Curso de Férias para Educadores Populares

Público alvo: Educadores populares, professores, profissionais da Educação, agentes de pastorais, agentes comunitários, jovens universitários, associações e movimentos sociais/culturais.

Data: De 10 a 14 de janeiro de 2018
Local: Caratinga – MG – Diocese de Caratinga
Tema: “Fraternidade e superação da violência
Lema: “Em Cristo somos todos irmãos” (Mt 23:8)

Apresentação

O Curso de Férias para Educadores Populares tem por base a inspiração divina e o método ver, julgar, agir, rever e celebrar. Essa será a segunda edição desse evento na Diocese de Caratinga.

“Educação não transforma o mundo. Educação muda pessoas. Pessoas transformam o mundo.”
– Paulo Freire

O Curso de Férias é um projeto de formação popular no campo sócio-político­ cultural, a partir da realidade e seus desafios, à luz da Bíblia, Teologia, Pastoral e do empenho na transformação da sociedade. É um espaço ecumênico e inter-religioso de convivência, partilha de vida, intercâmbio de experiências, celebração e compromisso para juntos superarmos toda forma de violência.

É um curso realizado em mutirão. Pessoas, famílias, comunidades, movimentos populares e instituições educativas e religiosas colocam-se gratuitamente a serviço de sua preparação ao longo do ano e de sua realização. O curso é organizado para um grande número de participantes. Oferece, ao mesmo tempo, atenção muito pessoal a cada cursista que é acolhido em grupos menores, dentro da metodologia da educação popular, através de oficinas que combinam reflexão e criatividade, arte e celebração, vivência e compromisso.

Parceria

Em parceria com a Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), através do Núcleo de Estudos do Futuro e do Programa Agenda 21, do Laboratório de Arquitetura e Engenharia para a Sustentabilidade  que é a instituição responsável pelos conteúdos e articulação das oficinas do Curso de Extensão. É responsável pela emissão dos certificados.   O projeto será realizado por Fundação de apoio.

Justificativa

Esta proposta é resultado da demanda apresentada  pela comunidade de Caratinga-MG, através da Diocese de  Caratinga e da comunidade em geral, representada pelas seguintes instituições: Associação Terapeutas das Comunidades Tradicionais e  do Cineclube Maria Cena. Ainda dos movimentos sociais negros, escola Maju de Terapias Holísticas, Associações de jovens, sindicatos dos Trabalhadores Rurais, FETAEMG.